quinta-feira, 30 de abril de 2015

Paraná de Luto

Oi pessoal, 

Hoje venho falar de uma coisa triste. O Estado do Paraná está estarrecido com as atitudes déspotas de seu (des)governador.
Ontem, o playboy (Beto Richa do Psdb) que comanda o Estado deu ordem para que mais de dois mil policiais massacrassem uma manifestação legítima, democrática e pacífica. 
São cenas lastimáveis.
Gente, praticamente minha vida acadêmica inteira foi no ensino público estadual: ensino fundamental, médio e graduação. Aqueles que estavam lá levando bala de borracha, gás lacrimogênio, jatos de água, spray de pimenta, mordida de cachorro e bombas de efeito moral, são pessoas que me ajudaram a chegar onde estou hoje.


 Nada justifica aquela ação. Mais de 200 feridos.
 


O pior é o governo vir a público dizer que eram black-blocs infiltrados no movimento, mentira! Dá pra ver em todas as imagens, senhorinhas de cabelo branco, tiozinhos, PROFESSORES!!!
Eu escutava do meu trabalho as bombas e acompanhando as notícias fiquei muito nervosa, não conseguia parar de chorar. Meu marido tava lá no meio, meus amigos, meus professores. Inacreditável, até agora meus olhos se enchem de lágrimas com cada notícia que vejo, com cada vídeo, com cada relato. 
Escrevo isso para que mais gente no Brasil saiba o que está acontecendo aqui, o que esse governadorzinho está fazendo, mandando e desmandando no estado como se fosse seu brinquedinho particular. 
Pra explicar, no começo do ano o governo estadual fechou turmas, demitiu funcionários, cortou programas e repasse de verbas às escolas e ainda queria pegar o dinheiro da previdência dos servidores pra tampar o rombo que a sua péssima gestão deixou nos cofres públicos. Na época, os professores e funcionários indignados entraram em greve, se manifestaram, adentraram a assembleia (não pode se chamar invasão se o povo entra na casa do povo né?) e conseguiram que o projeto, chamado pacotaço de maldades fosse retirado de pauta. O governo recuou com alguns dos cortes e os servidores voltaram às aulas. 
Menos de dois meses depois, o mesmo governo mandou novamente para assembleia um projeto para mexer no fundo da previdência dos servidores estaduais (todos, não só professores, tanto que várias categorias estavam em greve, saúde, justiça...). Claro que não aceitaram novamente e foram manifestar. Só que desta vez, o governo estadual mandou que o efetivo do estado inteiro da polícia militar fizesse um cerco na assembleia legislativa, desde o sábado a noite, sendo que a votação seria na segunda. Os servidores estiveram ali na praça em frente a assembleia todos os dias, até que na quarta-feira houve a truculenta ação policial. Pra vocês terem uma ideia, bombas eram jogadas de helicóptero! Gente, o maior efetivo policial já usado no estado foi para atacar os 'terríveis' professores! Não foi ação contra bandidos, contra corruptos, contra assassinos, foi contra simples trabalhadores lutando por seus direitos. Note-se que não pediam aumento exorbitante, que não pediam placas de ouro, apenas que o que já existia não piorasse! Pra mim é muito indignante. Importante ressaltar que o que houve não foi um confronto, foi um massacre, pois só um lado estava armado e organizado pra atacar.
Desculpem o desabafo.
Em breve voltamos com a programação normal do blog. Sei que preciso ficar calma por causa da Cecília, mas tá difícil viu?!

*Fotos retiradas da internet

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Como fazer móbile para berço

Oi gente,
Tão percebendo que ando a todo vapor com as coisinhas da nenê? Estou aproveitando que ainda tenho pique pra fazer tudo o que eu quero e botando a mão na massa mesmo. 
O tutorial de hoje é do móbile do berço. Resolvi que a decoração do quartinho seria de passarinhos. Passarinhos voam. Tem relação com o céu. Ok. Isso pra explicar que além dos passarinhos também teriam nuvens e céu. 



Comecei fazendo os moldes do passarinho e da nuvem em um papel mais grosso.

Comprei feltro nas cores que eu queria e tecidos coloridos também.
As nuvens são bem fáceis. Fiz no feltro azul mesmo. só cortar duas partes e costurar. Antes de fechar enche com a fibra. Nestas fiz o caseado com um tom de azul mais forte.

Já os passarinhos dão um pouco mais de trabalho. Cortei o corpinho no feltro branco. 
 
O bico no feltro amarelo e pras asas tem que cortar 4 partes. Duas são em feltro e duas no tecido colorido de tricoline. 
 Costura a asa, sendo o tecido colorido com o feltro e faz isso com as duas. Juntando o tricoline e o feltro fica mais firminho.

 
 Eu escolhi fazer a mesma estampa do tecido em quatro cores diferentes. Acho esta estampa linda. Eu usei duas asas iguais em cada passarinho, ou seja, duas asas com a mesma estampa.




 Para fazer o bico, corta no feltro amarelo e costura em separado.  Aí monta. Eu vou costurando o corpinho e quando chega na cabeça coloco o bico e já ponho o enchimento pra fechar. 


 Só depois disso pronto que costuro as asinhas por dentro, nem aparecem os pontos. 
Neste eu não fiz o caseado, só o ponto corrido normal.

 
Pra finalizar pintei os olhinhos com caneta preta para tecido.

Agora vem a montagem do móbile. Comprei um bastidor de 20 cm. Bastidor são círculos de madeira que se encaixam e são usados pra fazer bordado, coloca o tecido entre os círculos e fecha, assim fica bem estendido. Pintei de amarelo (era para ser o sol), mas só nas partes que não se encostam.
Depois de seco comecei a colocar os penduricalhos. Peguei uma linha de pesca bem, bem fina, passei com uma agulha pelo bichinho e depois amarrei na parte exterior do bastidor. Fiz isso com 4 nuvens e 4 passarinhos, intercalados e cada um em uma altura diferente.
Na parte interna no bastidor amarrei 4 partes de linha e juntei no centro. Fernando fez um ganchinho de arame grosso e prendemos nele. Aí foi só fechar o bastidor e pronto!
Ficou fofo né?!





 Olha, fiz um videozinho pra mostrar ele em 'movimento':
video
 Dá pra fazer com qualquer penduricalho que quiser. Só cuidar pra não deixar em altura que o bebê possa pegar. 

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Mais do quarto do bebê - luminárias japonesas coloridas

Sim, serei um pouco monotemática neste momento, mas vocês hão de entender que é por um motivo nobre. 
Como vocês acompanharam, depois da pintura da parede de nuvens e a montagem dos móveis, chegou a hora de mudar a iluminação. 
Tudo no quarto era muito clarinho e eu queria um pouco mais de cor, então resolvi que a luminária faria esse papel. Só que eu tb não queria gastar rios de dinheiros com isso. O que fazer então? Procurar ideias baratinhas e colocar a mão na massa né?!
Comprei três luminárias japonesas, a maior (30 cm) pink e as duas menores (20 cm) laranja e roxo. Fernando comprou o cabo, os bocais e a canopla - aquela parte que vai no teto. E só foi preciso fazer a instalação, montar as luminárias e colocar no lugar. 

Compramos as lâmpadas frias mais fracas, já que eram 3! Ficou muito aconchegante. Eu não conseguia parar de olhar...
Pra dar uma graça a mais, coloquei a roupa de cama no bercinho. Também mudamos a cômoda de lugar, achei que ficou melhor. 

 


 Fofo né?
 
Estamos finalizando nichos em formato de casinha e o móbile do berço, assim que estiver pronto mostro o passo a passo para vocês!
Beijocas

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Quarto de bebê

Ai pessoal, como é bacana e assustador ver essas coisas de criança. Assustador porque eu não tenho noção de nada, tudo é novidade. E legal porque tudo é encantador. 
Um sábado acordei e falei pro marido: 'vamos procurar móveis pra bebê'. Saímos e fomos em várias lojas. Primeiro eu tava com a ideia de comprar móveis baratinhos, mas o Fer me falou que a gente devia pensar em algo que fosse durar mais. E depois que eu vi a qualidade desses baratinhos percebi que não durariam nada. Já na segunda loja que fomos gostamos muito da qualidade dos móveis e eles eram bem bonitos, atóxicos e a empresa tinha preocupações ambientais. Fora que o berço se transformava em cama e o guarda-roupas era grande e poderia ser usado por muito tempo... Depois daquela loja todos os outros lugares ficaram sem graça. E o melhor de tudo, a loja em questão falou que comprando num dia, eles entregam e montam no outro. Quer mais? Então, a empresa ainda é daqui da cidade! (Quem quiser indicação avisa que passo). A única questão é que teríamos que esperar terminar o closet pra poder comprar, já que a entrega é relâmpago!
Esperamos umas 3 semanas e começamos a ficar com medo que subisse o preço, aí noutro sábado fomos novamente e fechamos o negócio. Só que pedimos para entregarem dentro de 9 dias, pra dar tempo de fazer tudo. Terminamos de levar as coisas pro outro quarto, desmontamos o guarda-roupas velho, anunciamos na internet e já vendemos! Resolvi vender porque estamos gastando muito e qualquer trocado dá uma diferença. O passo seguinte foi tirar tudo do quartinho. Tinha mais uma cômoda e várias caixas.
Eu estava em dúvida entre pintar e colocar papel de parede em uma das paredes. Pra falar bem a verdade me deu preguiça de colocar papel de parede por nossas experiências anteriores. Mas também pensei que só pintar seria meio sem graça. Até que vi uma parede no Pinterest e tinha certeza que era aquilo que eu queria. Mostrei pro marido e ele concordou. Compramos a tinta, e no final de semana seguinte pintamos. Você pode ver o processo todo neste post aqui.
Limpamos tudo e na segunda vieram trazer o quarto.
E eu no trabalho enlouquecida em ver como estava, fiquei pedindo pro marido me mandar foto de todas as etapas! 
As que recebi por whats:

Imaginem a empolgação da pessoa aqui né? E quando vi em casa como ficou:
 Ainda vamos fazer muitas mudanças, trocaremos a luminária, a cortina e vários outros itens de decoração, conforme fizermos vou mostrando aqui pra vocês.
 
 A primeira ideia era que o berço ficasse atravessado, como na foto abaixo, mas o espaço de circulação ficou muito pequeno e resolvemos colocar encostado na parede mesmo.
Agora me diz que ele assim cru já não tá uma graça? Não vejo a hora da ocupante do recinto chegar! Óummmm